representam a Páscoa?

Por que ovos e coelhos


Conheça a origem dessa
tradição da Páscoa tão popular
até hoje

Diversas teorias


Uma das mais aceitas defende que o ovo já
era um símbolo da festa judaica do Pessach,
da qual a Páscoa cristã se originou. Essa festa
comemorava a libertação dos judeus e sua
chegada à terra prometida.

Significado para os critãos


O ovo já era um símbolo de vida e
renascimento entre povos antigos. Quando a
festa judaica foi adaptada pelo cristianismo,
eles passaram a considerar o ovo como um
símbolo da ressurreição de Jesus Cristo.

Ovos coloridos e
com chocolate


Na Idade Média, os ovos passaram a
ser pintados e decorados. No século 18,
confeiteiros franceses tiveram a ideia de
rechear com chocolate. Em pouco tempo
eles passaram a ser feitos totalmente de
chocolate.

Mas, e o coelho?


O coelho era um símbolo de fertilidade
desde o Egito antigo, devido à sua capacidade
de reprodução. Depois, se tornou também
sinônimo de renascimento, por ser o primeiro
a sair da toca depois do inverno. 

O primeiro ser vivo
a testemunhar sua
ressurreição?


Há uma teoria que diz que um coelho
ficou preso onde Jesus foi sepultado, e foi o
primeiro a testemunhar sua ressurreição. Por
isso, ficou responsável por dar a notícia às
crianças no domingo de Páscoa.


Texto: Letícia Yazbek 
Revisão: Daniela Bazi 
Edição: Vitória Gomes
Supervisão: Vitor Balciunas
Créditos: Pixabay